14 pessoas mortas na maior chacina do Ceará

Impacto
Impacto

 


Fontes da Polícia Militar afirmaram que o ataque aconteceu por homens da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE) contra integrantes do Comando Vermelho (CV). Pessoas não ligadas ao crime organizados e que estavam no local do massacre, o “Fórró do Gago”, foram atingidas

 

A madrugada de sábado teve início com, ao menos, 18 mortos em uma chacina no bairro
Cajazeirasquando jovens estavam se divertindo no popular “Forró do Gago”. Foram 16
que morreram no local, um na ambulância e um que faleceu no Frotinha de Messejana para
onde foram todos os feridos. No hospital ainda estão outros 6 feridos duas em estado grave. A maioria das vítimas
era de mulheres. As informações são de dois policiais militares que não quiseram se
identificar.

 

Ainda segundo os PMs, foram 3 carros com homens fortemente armados. Eles seriam da
gangue Guardiões do Estado (GDE). A ordem deles era matar os membros do Comando
Vermelho (CV). Porém, nem todos os que faleceram eram do CV, alguns eram pessoas
inocentes.

 

Não há ainda informações sobre quantos homens invadiram a festa e quem eram os alvos
dos criminosos.

 

Em contato com a Delegacia de Homicídios, que está cuidando do caso, a reportagem foi
informada que a equipe ainda não retornou, pois, além desta chacina, ainda apura outros 3
casos diferentes de homicídios na madrugada de Fortaleza e da Região Metropolitana.

Diário do Nordeste

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.