ChuvaGranjaNotícias

113 municípios registram chuvas

Powered by Rock Convert

image

image

 

 

Iguatu. Choveu em 113 municípios entre as 7h de segunda­feira e 7h de ontem. Os dados são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Quatro municípios tiveram registro acima de 100mm, todos na faixa litorânea do Estado: Itarema (110mm), Paracuru (109mm), São Gonçalo do Amarante (104mm) e Fortaleza (101.2mm). As chuvas banharam várias regiões do Estado.

 

Para hoje e amanhã, a Funceme prevê tempo nublado com possibilidade de chuva em todas as regiões do Ceará. Essas precipitações decorrem da reaproximação da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) que é uma imensa massa de nuvens e o principal sistema meteorológico que traz chuva para o Estado durante a quadra que vai de fevereiro a maio.

 

“Nuvens mais significativas estão próximas à faixa litorânea, favorecendo a ocorrência de bons índices meteorológicos nessa região”, observa o meteorologista da Funceme, Raul Fritz. A reaproximação e distanciamento da ZCIT é comum nessa época do ano, por isso há dias com maior registro de precipitações e outros com menores índices. Neste ano, a região Centro­Norte tende a ser mais favorecida com as chuvas.

 

Na maioria dos municípios do Estado, o inverno tem favorecido o desenvolvimento dos grãos (milho e feijão) cultivados na modalidade de sequeiro (aquele que depende exclusivamente da água das chuvas) e a manutenção da pastagem nativa para alimentar o rebanho, além da cheia de cisternas domésticas e de pequenos reservatórios (barreiros) nas fazendas.

 

Na localidade de Cascudo, zona rural de Icó, os produtores Luís Costa e Francisco Oliveira plantaram mais cerca de cinco hectares de milho e estão animados com o crescimento da lavoura. “A gente vem insistindo, desde 2012, mas só tendo prejuízo, perda da plantação”, pontuou. “Neste ano, está diferente, as chuvas são finas, mas constantes”, disse Costa. Os dois esperam uma boa safra do grão. “Confiando em Deus, a nossa esperança é de uma boa colheita no início de maio”.

 

O Portal Hidrológico da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh) registrou, ontem, aporte de 6,4 milhões de metros cúbicos em 62 açudes. No total, o órgão monitora 153 reservatórios. O índice acumulado em média no Estado é de 11,6%. Em 1º de fevereiro, quando começou a quadra chuvosa, era de 5,5%.

 

Os açudes que mais receberam recarga ontem foram Acarape do Meio, Angicos, Araras, Arneiroz II, Ayres de Sousa, Banabuiú, Castanhão, Caxitoré, General Sampaio, Jaburu I, Orós, Pedras Brancas e Pentecoste.

 

Há 42 açudes no volume morto e 18 permanecem secos. Outros oito reservatórios estão sangrando: Acaraú Mirim (Massapê), Caldeirões (Saboeiro), Cauhipe (Caucaia), Itaúna (Granja), Maranguapinho e Itapebussu (Maranguape), São Pedro Timbaúba (Miraíma) e Valério (Altaneira).

 

Diário do Nordeste

About Author

Comment here