GranjaNotícias

48 municípios possuem conexão

Powered by Rock Convert

Em todo o Ceará, 48 municípios contam com conexão à internet via Cinturão Digital segundo o presidente da Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará (Etice), Fernando Carvalho. O acesso se dá em escolas, hospitais, delegacias, postos de fiscalização da Secretaria da Fazenda (Sefaz), presídios e/ou outras unidades de atendimento do Governo do Estado.O POVO errou ao publicar, ontem, que apenas sete municípios no Ceará, são beneficiados. “A população é beneficiada quando ela interage com o Estado”, diz ele. Fernando explica que seis foi a quantidade de municípios que disponibilizam para a população internet sem fio gratuita via Cinturão Digital. Segundo o presidente, eles fazem parte de um total de 25 prefeituras que participaram da chamada pública lançada pela Etice, no ano passado, apresentando projetos para a utilização da internet por meio do Cinturão. Das 25 prefeituras, apenas 21 foram habilitadas e, até o prazo final da chamada pública, que foi 30 de abril, somente seis implementaram os projetos. Ao todo, chega a 827 o número de pontos conectados ao Cinturão Digital, no Ceará. Por sua vez, a infraestrutura de fibra óptica cobre 92 municípios. Em todos eles, há a possibilidade de conexão de alta velocidade.

Conexão

De acordo com Fernando, para que um órgão do Estado localizado no Interior passe a contar com a internet, o Governo instala nos municípios uma rede de comunicação via rádio, conectada ao Cinturão Digital.

 As unidades contempladas recebem equipamentos que permitem a recepção do sinal. Segundo o presidente da Etice, graças a essa engenharia, é possível disponibilizar internet de qualidade, possibilitando a comunicação entre o Interior e a Capital.

Ele lembra que em unidades de saúde, por exemplo, onde existe o atendimento a população por telemedicina, a conexão é feita por fibra óptica, cujo desempenho, em termos de transmissão de dados, é superior ao rádio. “Eu estimo, hoje, por baixo, em mais de 40 mil, o número de usuários do Cinturão Digital”.

Custos

Reduzir os custos do Governo do Estado com telecomunicações foi um das razões que viabilizaram, segundo Fernando, a instalação do Cinturão Digital.  Ele explica que antes do Cinturão, o Ceará chegava a gastar R$ 30 milhões por ano. Com a infraestrutura de fibra óptica, a redução do custeio anual é de R$ 12 milhões por ano.  Além disso, conforme o presidente da Etice, o Cinturão trouxe ganho de qualidade no acesso, pois, anteriormente, a conexão era de 0,5 megabits por segundo. Com a fibra óptica cada ponto conectado conta com 100 megabits por segundo. “É uma infraestrutura que nenhum outro Estado tem”.

http://www.opovo.com.br

About Author

Comment here