Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player




CAMOCIM: HOSPITAL MURILO AGUIAR – NEGLIGÊNCIA MÉDICA LEVA PACIENTE À MORTE

Postado: 16/05/2018 - Categoria: Camocim - Comentários: 0 comentáio - 3.296 views

Download PDF

 

 

VEJA O VÍDEO ABAIXO

 

Ontem pela manhã dia 15/05, deu entrada na sala vermelha da UPA de Granja uma paciente do município de Camocim, se encontrava internada no Hospital Murilo Aguiar, em Camocim, estava sendo transferida para Sobral, quando passou mal no interior da ambulância daquela Unidade.

 

Segundo informação das profissionais de saúde da Unidade de Pronto Atendimento – UPA- de Granja, a médica Dra. Lívia e as enfermeiras plantonistas  Luciana e Maria Thais, a paciente deu entrada na sala vermelha, já em estado de saúde gravíssimo, após sofrer parada cardiorrespiratória e com bastante secreção pulmonar.

 

Na tentativa de reanimar a paciente, estas profissionais em saúde fizeram todos os procedimentos necessários, e mesmo assim, dado ao seu estado gravidade, a paciente veio a óbito.

 

O marcante no caso foi o fato do Hospital Murilo Aguiar haver autorizado o transporte de a paciente haver sido transportada em grave estado de saúde, sem suporte médico emergencial adequado, tendo em vista que a mesma adentrou a UPA de Granja, trazendo apenas com um cateter nasal, o que não permite um nível de oxigenação maior e adequado naquela situação, o que caracteriza no caso em si, negligência e imprudência hospitalar Além disso, a paciente encontrava-se sem o suporte e monitoramento adequado já que estava acompanhada apenas de uma técnica de enfermagem.

 

Esse já é o segundo caso de negligência semelhante em poucos dias relembre AQUI. O primeiro caso aconteceu na madrugada do sábado (28) para domingo (29), quando outro paciente também em estado gravíssimo por envenenamento, estava também sendo transportado para Sobral em companhia de apenas duas técnicas de enfermagem, no caso, sem o suporte médico necessário para aquele tipo de caso emergencial, o que poderia ter levado o paciente ir a óbito, já o mesmo havia sofrido várias paradas cardíaca durante o translado entre Camocim e Granja.

 

O paciente foi atendido na UPA de Granja, onde os profissionais plantonistas conseguiram estabilizar o quadro clinico do paciente, evitando que o mesmo viesse a óbito.

 

Vale salientar que o Hospital Murilo Aguiar é uma unidade referenciada como Hospital Polo na nossa Microrregião de saúde, o que o obriga a estar preparado para atender casos emergenciais de alta complexidade e promover assistência de qualidade em pelo menos cinco especialidades e ainda ofertar suporte médico emergencial adequado, o que não ocorreu nesse caso dessa paciente.

 



Comentários

0 Comentários

Deixe o seu comentário!