A agonia de um mar do sertão

Impacto
Impacto

 

O maior reservatório do Ceará, o Castanhão, está em seus últimos meses se não vier inverno que seja avassalador. Ou então, só as águas do Velho Chico para alentar. O POVO retornou ao “mar”, quase morto.

 

Se fosse num mergulho, com cilindro e tudo, teríamos descido 12 ou 15  metros de profundidade em um dos trechos do açude.

 

Mas a seca, batendo  à porta no sexto ano consecutivo de estiagem no Semiárido cearense, nos fez  descer no fundo do Castanhão sem precisar de barco a motor nem equipamentos  para respirar debaixo d´água.

 

O povo

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.