A Câmara Municipal de Martinópolis está de volta aos tempos da ‘censura’.

admin
admin

DSC_0398A importância dos blogs regionais de notícias está cada vez mais consolidada no país. Cidades que antes só tinham destaque na grande mídia quando morria mais de 5 ou havia algum grande escândalo, de preferência envolvendo política, começaram a perceber que poderiam divulgar fatos comuns sem precisar pedir “pelo amor de Deus” para os grande jornais e emissoras de televisão. Hoje, são os grandes jornais e grandes emissoras que acessam vários destes blogs em busca de pautas para suas matérias. O problema é que alguns governantes se negam a admitir que os tempos mudaram e que agora o tratamento com a imprensa local tem que ser diferente, no mínimo, civilizado, oferecendo respeito, para poder cobrar o mesmo de volta. E parece que isso se estende até a Câmara de Vereadores de Martinópolis,  pois bem na manha desta quinta feira (16) na Câmara Municipal de Martinópolis o presidente Francisco Elaudiney Monte da Cunha (PSD) impediu a imprensa de registra a sessão da câmara, uma vez que o povo tem direito de saber o que os parlamentares estão fazendo para o beneficio da população. o repórter do site impacto Granja foi coagido a se retira do local sendo ameaçado pelo presidente da câmara de chamar força policial para retira-lo do plenário.

O repórter Fotográfico Nilo Tavares procurou então  a delegacia de policia civil de Uruoca para registra a ocorrência.

Diante disso, quero crer que deva estar havendo apenas um caso de ignorância a respeito do que diz a lei (será?), senão vejamos: É que, caso o Presidente da Câmara Francisco Elaudiney Monte da Cunha (PSD) e outros que ainda governam e orbitam em torno dele não saibam, a liberdade de expressão está garantida pelo texto constitucional brasileiro em seu artigo quinto, que abre o Capítulo I (“Dos Direitos e Deveres Individuais e Coletivos”) do Título II da Carta Magna, intitulado “Dos Direitos e Garantias Fundamentais”. Como tais governantes possuem dezenas de advogados, pagos pelo povo, a seu serviço individual, coisa que, aí sim, foge à lei, bem que eles poderiam repassar um livro de bolso da constituição da república federativa Brasil.

A imprensa livre é o olhar onipotente do povo, a confiança personalizada do povo nele mesmo, o vínculo articulado que une o indivíduo ao Estado e ao mundo, a cultura incorporada que transforma lutas materiais em lutas intelectuais, e idealiza suas formas brutas“. (Karl Marx)

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.