GranjaNotíciasPolítica

Adversários históricos disputarão com novatos

Powered by Rock Convert

 

 

Diversos deputados também têm atuação na Região Norte, sendo que alguns deles são adversários políticos, como é o caso de Sérgio Aguiar (PDT) e Gony Arruda (PSD). No entanto, Romeu Aldigueri, ex-prefeito de Granja, tem atraído para si diversos apoios na região, o que pode prejudicar postulação de Gony Arruda à reeleição.

 

Os deputados da Assembleia Legislativa que tentarão reeleição no próximo ano, além das novas regras para as eleições, terão que enfrentar novos nomes da política local que já despontam como favoritos na corrida eleitoral. Velhos adversários em colégios eleitorais espalhados pelo Ceará, muitos deputados vão se enfrentar na campanha do próximo ano,
mas, em algumas regiões, eles terão como adversários novos candidatos ou mesmo nomes que estavam distantes do Legislativo Estadual.

 

Nas últimas legislaturas, é notório o clima de acirramento entre parlamentares adversários no Plenário 13 de Maio da Assembleia Legislativa. Os deputados Julinho (PDT) e Fernanda Pessoa (PR), por exemplo, são conhecidos pela disputa que fazem em Maracanaú. Os dois vão se enfrentar, mais uma vez, no próximo ano, mas Fernanda contará com o apoio do pai, o ex-deputado federal Roberto Pessoa (PR), que também vai disputar uma vaga na Assembleia.

 

Em Sobral, colégio eleitoral dos irmãos Ciro e Cid Gomes, com a saída de Ivo Gomes (eleito prefeito em 2016), abre-se uma vaga para Lia Ferreira Gomes, irmã dos ex-governadores. Pela oposição, o deputado federal Moses Rodrigues (PMDB) tende a apoiar a candidatura do pai, Oscar Rodrigues, ou do irmão, Daniel Rodrigues. Há ainda disputa na região entre João Jaime (DEM) e Manoel Duca (PDT).

 

Em Lavras da Mangabeira, o confronto sempre se deu entre o grupo de Heitor Férrer (PSB) e o de Danniel Oliveira (PMDB). No entanto, nos últimos meses, o primo do governador Camilo Santana, o secretário Fernando Santana, tem mobilizado aliados no Município com o intuito de lançar candidatura.

 

Manter o grupo

 

Em Tauá, o primeiro-secretário da Assembleia, Audic Mota (PMDB), deve ter dificuldades para se reeleger, uma vez que Patrícia Aguiar, presidente do PMB, deve ser forte candidata na região. Em Quixadá, a família Marques e o grupo liderado por Osmar Baquit (PSD) seguirão unidos no pleito de 2018, quando Baquit tentará reeleição e Rachel Marques (PT) deve tentar ser eleita para a Câmara Federal. Baquit, porém, poderá enfrentar Ricardo Silveira (PMDB), derrotado por Ilário Marques (PT) no pleito de 2016

 

No Cariri, o ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Raimundo Macedo, o “Raimundão”, deve desequilibrar o quadro político-eleitoral que também terá Giovani Sampaio, vice-prefeito de Juazeiro, na disputa. Já no Crato, o nome do empresário Rafael Branco também está sendo colocado, com possível apoio do prefeito Zé Ailton Brasil. Francisco de Moura Leitão, sogro do ex-governador Cid Gomes, também é pretenso candidato no Cariri.

 

Ex-prefeito de Brejo Santo e filho do ex-deputado Welington Landim, Guilherme Sampaio Landim foi anunciado candidato na convenção do PDT, no dia 12 passado. Na Região Metropolitana de Fortaleza, a primeira-dama de Caucaia, Erika Amorim, do PSD, também deve ser nome garantido na campanha. Na Capital, têm se destacado os nomes de Queiroz

 

Diário do Nordeste

About Author

Comment here