NotíciasPoliciaPolítica

Ataques: governo suspende férias de PMs, policiais civis e de agentes penitenciários

Powered by Rock Convert

Após reunião com a cúpula da Segurança, Camilo disse que “o governo não vai ceder”

Secretários André Costa (Segurança) e Mauro Albuquerque (Sistema Penal) reafirmaram que o estado não vai ceder aos criminosos e combate vai “endurecer

 

O Comando-Geral da Polícia Militar decidiu nesta segunda-feira (23), convocar para o trabalho ostensivo nas ruas todos os policiais militares que estavam de férias. Também foram suspensos todos os cursos que estavam sendo realizados pela Academia Estadual da Segurança Pública (Aesp) e os alunos (policiais civis e militares, agentes penitenciários e bombeiros) terão que se reapresentar em seus quartéis ainda nesta terça-feira (24).

 

Estas foram algumas das medidas tomadas pela cúpula da Segurança Pública e do Sistema Penitenciário durante reunião de emergência realizada na tarde de ontem, no Palácio da Abolição, com o governador Camilo Santana (PT), diante de mais uma crise no setor, em decorrência da retomada de ataques criminosos no estado. Os atentados que tiveram início no último sábado (21), já atingiram 10 cidades cearenses, incluindo a Capital.

 

Durante a reunião à portas fechadas, o governador cobrou dos titulares das secretarias da Segurança Pública, André Costa; e da Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, o “endurecimento” das ações contra o crime organizado. “Não vamos ceder um só milímetro. Pelo contrário, vamos é endurecer as regras e não haverá mais regalias nas cadeias”, disse Camilo nas redes sociais após o encontro.

 

Faccionados

 

Nas ruas da Capital, o policiamento ostensivo foi reforçado com policiais que estavam de folga ou de férias. As bases avançadas da PM foram ampliadas e em alguns cruzamentos da Capital é possível ver novas unidades fixas de policiamento já atuando.

 

No Sistema Penitenciário, os agentes penitenciários que estavam de folga ou de férias também foram convocados para o serviço extra e a segurança interna está reforçada. O secretário Mauro Albuquerque determinou que sejam redobradas as revistas, principalmente nas celas que abrigam bandidos “faccionados” da GDE (Guardiões do Estado)

 

Ceara News

About Author

Comment here