BARROQUINHA: TRE DEVERÁ JULGAR NOVAMENTE A CANDIDATURA DE ADEMAR

Impacto
Impacto

juiz-martelo

 

 

O Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE-CE) julgou, no dia 22 de Setembro, um recurso eleitoral contra a sentença da Juíza Eleitoral de Chaval, Daniela Aoki, que deferiu a candidatura de Ademar Pinto Veras à Prefeitura de Barroquinha.

 

A Juíza Eleitoral entendeu que as 3 desaprovações de contas junto ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-CE), que Ademar possui no período em que foi Secretário de Educação de Camocim, durante a gestão de Chico Vaulino, não seriam obstáculo para que o mesmo disputasse as eleições.

 

Em razão disso, a Coligação “Barroquinha de Todos Nós” recorreu ao TRE-CE e a decisão foi mantida. Todavia, um novo recurso de embargos foi protocolado e o Tribunal Regional Eleitoral deverá analisar novamente a candidatura de Ademar nos próximos dias, pois alega a coligação que o julgamento foi omisso no que diz respeito à analise das contas desaprovadas por ausência de repasses ao INSS de mais de R$ 48.654,97. Caso a omissão alegada pela Coligação venha a ser suprida e se revelar suficiente para modificar o julgamento do TRE-CE, Ademar Pinto Veras poderá ter o registro de candidatura negado pela Justiça Eleitoral, sendo então impedido de ser candidato nas eleições de 2016.

 

Informações Camocim Online

 

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.