NotíciasPolítica

Bate-boca entre parlamentares na Assembleia Legislativa

Powered by Rock Convert

Um bate-boca entre os deputados Perboyre Diógenes (PMDB) e Lula Moraes (PCdoB) agitou o fim da sessão plenária da Assembleia Legislativa, na manhã de ontem.  A discussão começou quando Perboyre subiu à tribuna e, novamente, teceu acusações contra o prefeito de Potengi, Samuel Alencar (PCdoB). Ao destacar as ações do Ministério Público, o peemedebista afirmou que, diferente de Quixeramobim, a ação foi correta no município de Potengi. “O prefeito de Potengi deveria estar preso”, declarou.

Logo depois, em aparte, o deputado Lula Moraes (PCdoB) defendeu o correligionário e alegou que, antes de fazer julgamentos, era preciso esperar o transitado e julgado do processo. O comunista alegou que, se for verdade as denúncias, o prefeito será expulso do partido. Por enquanto, apontou Lula, as acusações são leviandades.

ACUSAÇÃO
Perboyre, porém, esbravejou e disse que o partido comunista havia perdido a ética. “PCdoB agora só pensa no voto. É uma tristeza. Roubou dinheiro público. É ladrão. Deveria lembrar sua bandeira e expulsar do partido”, declarou em relação à permanência do prefeito de Potengi sob a sigla do PCdoB. Em seguida, o deputado Lucílvio Girão (PMDB), que presidia a sessão, solicitou que o correligionário apresentasse as provas contra Samuel Alencar.

Ao assumir na semana passada, Perboyre Diógenes (PMDB) já havia acusado Samuel Alencar. Na mesma ocasião, o peemedebista criticou o deputado Sineval Roque (PSB) por defender o prefeito de Potengi.
http://www.oestadoce.com.br

About Author

Comment here