Ceará terá Diogo Orlando e João Marcos de volta para final

admin
admin

O Ceará vai para a última partida da final do Cearense como o time menos vazado do campeonato. O Alvinegro, que entrou no Estadual já na segunda fase, disputou 17 jogos e teve suas redes balançadas apenas 16 vezes, uma média de 0,94 gols por partida. Já o Guarany de Sobral, segundo finalista, sofreu 46 gols em 35 partidas, ou 1,31 gol por jogo. Com o trunfo da defesa eficiente, o Vovô tem à frente um rival que ainda não conseguiu superar este ano: em três partidas disputadas, perdeu duas e empatou a última.  Para a partida de domingo, no Castelão, o Ceará vem com força total. A presença de Lulinha como titular foi confirmada pelo técnico Leandro Campos, e o atacante já treinou com bola ontem. João Marcos e Diogo Orlando, que ficaram fora da partida de quarta-feira por suspensão, também voltam e o sistema defensivo poderá contar com a dupla de volantes titulares. A posição é tradição importante no clube. A eficiência defensiva da temporada chega a lembrar o Trio de Ferro formado em 2009 por João Marcos ao lado de Heleno e Michel.

O novo Heleno

Assim como Heleno, antecessor da posição, Diogo Orlando é de falar pouco. A semelhança física entre os dois e as boas atuações dentro de campo fazem a torcida relembrar o ex-jogador alvinegro, que jogou no time de 2009 a 2012 e atualmente está no Penapolense (SP). Diogo Orlando, 29, foi revelado pelo Volta Redonda (RJ) em 2002 e chegou ao Ceará no começo do ano após passar por oito clubes. Hoje ele é um dos pilares do meio-campo do time.   Com contrato até o final de 2013, ele estreou com a camisa alvinegra no dia 6 de fevereiro contra o ABC pela Copa do Nordeste, ainda sob o comando de Ricardinho. Já no primeiro jogo, ajudou a garantir que o goleiro Fernando Henrique não tivesse as redes balançadas: o Ceará ganharia por 3 a 0. Entre Copa do Nordeste, Campeonato Cearense e Copa do Brasil, Diogo atuou em 19 jogos vestindo a camisa alvinegra. Sua presença não foi das mais decisivas para que o time marcasse 43 gols na temporada, mas foi imprescindível para que sofresse apenas 22 quando ele esteve em campo.   A dupla de volantes, de volta para a decisão do Estadual, pode ser decisiva para o sucesso do Alvinegro. Para Diogo Orlando, na primeira decisão pelo Ceará, é a chance de ter seu segundo campeonato estadual consecutivo. No ano passado, venceu o Catarinense pelo Avaí.

Diogo Orlando disputou 19 partidas pelo Ceará na temporada. Dando continuidade à tradição dos volantes alvinegros,  garantiu que o time sofresse apenas 22 gols com ele em campo

 Defesa quase imbatível

Em 17 jogos pelo Campeonato Cearense, o Ceará sofreu apenas 16 gols. Boa parte do mérito defensivo é da dupla de volantes João Marcos e Diogo Orlando

http://www.opovo.com.br

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.