CE:Suspeito de contratar pistoleiros pensou em se entregar,diz promotor

Impacto
Impacto

glacamocim-1

 

 

BATISTA, SE APRESENTA, BATISTA

 

Em meio a uma entrevista de cerca de 30 minutos com o promotor de justiça Evânio Pereira de Matos Filho, da comarca de Camocim, ele revelou que dois advogados de Batista Dentista o procuraram para tratar sobre a possibilidade de um acordo de delação a ser feito por seu cliente, em troca de benefícios.

 

Batista Dentista é apontado pelas autoridades investigadores como o principal elo entre os executores, co-participantes e os cabeças da trama criminosa que ceifou a vida do radialista Gleydson Carvalho, morto a tiros dentro da Rádio Liberdade FM, no município litorâneo de Camocim, no estado do Ceará.

 

Ele também é apontado como responsável por contratar os pistoleiros, dar suposte e ajudar na fuga de ambos os atiradores, e além do mais, é tio do prefeito James Bell, de Martinópole, citado por um desses pistoleiros, o Thiago Silva, como que sendo o suposto mandante do crime, fato negado de forma veemente por Bell. (Veja matéria com o depoimento e Thiago Silva).

 

O promotor fez a revelação ao ser indagado sobre que recado daria a Batista Dentista e ao outro pistoleiro foragido, de nome Israel, mas conhecido como ‘Baixinho’.

 

foto-interna-promotor

 

“Não dá para levar uma vida de foragido, ainda mais um deles que tem uma certa idade [se referindo a Batista Dentista], pelo resto da vida. Então, se ele se apresentar, colaborar, pode vir a receber algum benefício. Inclusive dois advogados do senhor Batista Dentista já me abordaram na frente do Fórum [de Camocim] e comentaram que ele [Dentista Batista] estava interessado em se apresentar, [indagando] se ele teria algum benefício. Depende do que ele trouxer”, repassou o promotor.

OLHA AÍ

 

Há, provavelmente, portanto, quem saiba onde está Batista Dentista.

 

TRECHO DA ENTREVISTA:

 

180: Quando que esses advogados tiveram esse contato com o senhor?
Evânio Filho: Isso foi antes do recesso. Novembro, mais ou menos, do ano passado.

 

180: Mantiveram quantos contatos, só um?
Evânio Filho: Só um.

 

180: E para quem protege esses dois foragidos, qual o recado que o senhor tem a dar?
Evânio Filho: Que pode responder pelo crime de favorecimento.

 

180: Ainda que seja alguém com mandato de deputado é esse o recado que o senhor dá?
Evânio Filho: Qualquer cidadão pode cometer um crime e ser responsabilizado por isso. Só a instância que vai julgar que é diferente [no caso de deputado].

 

GLEYDSON CARVALHO E BATISTA DENTISTA

 

glacamocim-1

 

VEJA AINDA:

 

– Delegado diz que foi surpresa ver o nome de James Bell em depoimento

 

– Exclusivo: 180 revela contratante de pistoleiro para assassinar radialista

 

Informações: 180 Grau

 

 

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.