GranjaNotíciasPoliciaSaúde

Corpo de bailarina morta em abordagem policial é sepultado em Maracanaú

Powered by Rock Convert

Missa foi realizada na manhã deste domingo (7) com a presença de familiares e amigos

sepultamento do corpo da dançarina da banda Sala de Reboco, Gabriela Amorim, de 25 anos, foi realizado na manhã deste domingo (7), no cemitério Plano da Paz, em Maracanaú. Familiares e amigos compareceram ao velório para se despedir da jovem, que foi morta durante uma abordagem policiam em Irecê, na Bahia.

 

Mãe de dançarina morta pela PM na Bahia pediu para a filha não viajar

No local, o pai de Gabriela, João Bosco, falou sobre os sonhos da filha e lamentou o ocorrido. Mãe de um menino de seis anos, a bailarina estava estudando Enfermagem e pretendia comemorar o aniversário da criança nas próximas semanas. “Ela deixou o filho ainda pequeno e muita saudade na gente. Estamos pedindo força a Deus para seguir na vida”, disse o pai.

 

Segundo Maria Margarida de Moura, tia e madrinha da Gabriela, ela já trabalhava na banda há três anos e gostava de se apresentar nos palcos. “Infelizmente, todos os sonhos dela foram interrompidos nessa tragédia. A gente está suportando por conta da nossa fé e sabemos que ela está em um bom lugar”.

 

Até o momento, em nota divulgada no dia da ação, a Polícia Militar da Bahiaafirmou que o inquérito para investigar o caso foi instaurado e lamentou a morte da dançarina.

 

DN

About Author

Comment here