CidadesPolicia

Corpos de mãe e filha mortas a tiros, em Curitiba, são velados; delegado que foi preso é o suspeito do crime

Powered by Rock Convert

Delegado foi autuado por duplo feminicídio. Crime aconteceu no fim da noite de quarta-feira (4).

Corpos são velados em Curitiba nesta sexta-feira (6) — Foto: Reprodução/RPC

Corpos são velados em Curitiba nesta sexta-feira (6) — Foto: Reprodução/RPC

Os corpos de Maritza Guimarães de Souza e da filha Ana Carolina Souza, de 16 anos, são velados desde o início da madrugada desta sexta-feira (6) na Escola Superior da Polícia Civil, em Curitiba.

De acordo com a Polícia Civil, elas foram mortas pelo delegado Erik Busetti que, até então, era lotado na Delegacia do Adolescente. Ele foi preso em flagrante e autuado por duplo feminicídio.

Maritza e a filha Ana Carolina foram mortas a tiros; delegado que era o marido de Maritza é o suspeito do crime — Foto: Arquivo pessoal

Maritza e a filha Ana Carolina foram mortas a tiros; delegado que era o marido de Maritza é o suspeito do crime — Foto: Arquivo pessoal

O crime aconteceu no fim da noite de quarta-feira (4) na casa em que a família morava, no Uberaba. Busetti era casado com Maritza. Ana Carolina era enteada dele.

O casal tinha uma filha de nove anos, que estava dormindo na residência quando tudo aconteceu.

Delegado Erik Busetti (em imagem de arquivo da RPC) é suspeito de matar a esposa e a enteada a tiros, em Curitiba — Foto: Arquivo/RPC

Delegado Erik Busetti (em imagem de arquivo da RPC) é suspeito de matar a esposa e a enteada a tiros, em Curitiba — Foto: Arquivo/RPC

Maritza tinha 41 anos e era escrivã da Polícia Civil. Ela e Busetti faziam parte da corporação desde 2004.

O casal estava em processo de divórcio e passava por muitas brigas e desentendimentos, segundo relatos que chegaram à delegada Camila Cecconello. Eles discutiram ao longo de toda a quarta-feira, dia em que delegado cometeu o crime.

Na quinta-feira (5), Busetti ficou calado no interrogatório da Polícia Civil. A defesa do delegado disse que o ocorrido foi uma tragédia, a qual os seres humanos estão sujeitos.

O sepultamento de mãe e filha será em Piraí do Sul, nos Campos Gerais do Paraná.

Delegado suspeito foi preso em flagrante, em Curitiba; ele aparece sentado no banco de trás com capuz — Foto: Tony Mattoso/RPC

Delegado suspeito foi preso em flagrante, em Curitiba; ele aparece sentado no banco de trás com capuz — Foto: Tony Mattoso/RPC

Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

About Author

Comment here