Deputados trocam insultos na AL sobre Quixadá

admin
admin

A sessão de ontem na Assembleia Legislativa foi marcada por bate-boca entre os deputados Osmar Baquit (PSD) e Rachel Marques (PT). O motivo foram as divergências acerca dos acontecimentos políticos de Quixadá. Na quarta-feira (4), o vice-prefeito e outros 22 gestores municipais foram afastados por supostas fraudes em licitações, durante a operação “Miragem”, realizada pela Polícia Civil e o Ministério Público Estadual. O prefeito João da Sapataria (PRB), que derrotou Ilário Marques (PT) na última eleição em Quixadá, é aliado de Baquit.  Durante a sessão, o deputado defendeu o prefeito e disse que o gestor não está sendo investigado, “diferentemente do ex-prefeito Ilário Marques (PT), que é ficha-suja”, atacou. Ilário é ex-prefeito de Quixadá e atualmente exerce mandato de deputado federal. Rachel é esposa de Ilário. Ambos são adversários políticos de Baquit e João. “Isso é uma calúnia. O senhor é mentiroso”, disse a deputada, se dirigindo a Baquit. “Mentirosa é a senhora, que acoberta ficha-suja dentro de casa”, rebateu o deputado. Ele completou, dizendo que, no plenário, Rachel deveria se comportar “como deputada, não como esposa”.   A discussão se deu em meio ao debate do requerimento apresentado por Ely Aguiar (PSDC). A proposta, que foi aprovada, solicita que a Assembleia envie à Câmara dos Deputados pedido de arquivamento do projeto que modifica a Lei da Ficha Limpa. (MR)

http://www.opovo.com.br

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.