NotíciasPolicia

Distrito Policial na Av. Bezerra de Menezes é alvo de tiros; 5º caso em 4 dias

Powered by Rock Convert

image

image

 

 

 

Mais uma delegacia de Fortaleza foi alvo de ataques na madrugada deste domingo (6). O 3º Distrito Policial (DP), localizado na Avenida Bezerra de Menezes, sofreu com disparos que provocaram a destruição de toda a vidraça do local, segundo informações do Inspetor Isaías.

 

>Estão tentando intimidar a polícia, mas não vão conseguir’, diz Camilo Santana

 

Na ocasião, havia dois policiais plantonistas, mas não há registro de feridos. Ainda segundo o inspetor, o delegado geral esteve no 3º DP e as providências sobre o acontecimento já estão sendo tomadas.

 

Com esse caso, Fortaleza e Região Metropolitana já contabilizam um total de cinco delegacias atacadas desde a última quinta-feira (3). As ações criminosas foram efetuadas também contra o 19º DP, no Conjunto Esperança , e o 27º DP, no Henrique Jorge — ambos na noite de quinta-feira; o 23º DP, em Caucaia,  na madrugada do sábado (5); e o 20º DP, em Maracanaú , na tarde de sábado (5)

 

Além das delegacias, o prédio da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) também foi alvo de disparos na madrugada de quinta (3) e, até agora, oito coletivos foram atacados, sendo alguns totalmente incendiados.

 

Polícia está investigando os ataques

 

A Secretaria da Segurança comunicou, em nota, que a Polícia trabalha com pelo menos cinco linhas de investigação sobre os ataques nas delegacias, no prédio da Sejus e também sobre os incêndios de ônibus.

 

“Entre elas, retaliação pela morte de um adolescente que era envolvido com o tráfico, em confronto com o BPRaio; uma tentativa de suborno que foi feita à Polícia para a liberação de um traficante logo após ele ser preso; alegação de maus-tratos em presídios; a remoção de um traficante para um presídio federal; e uma possível retaliação pela discussão de uma Lei sobre o bloqueio de sinal de celular nos perímetros de unidades prisionais. Nenhuma das linhas é descartada”, informou a Pasta em nota.

 

Informações: Diário do Nordeste

About Author

Comment here