CidadesReligiãoSaúde

Eleições 2020 e 2022: Camilo defende união entre Lula e Ciro para construção de projeto nacional

Powered by Rock Convert

O governador Camilo Santana (PT) defendeu, na noite dessa segunda-feira (08), em entrevista ao Programa Roda Viva, da TV Cultura, a união entre o ex-presidente Lula e o presidenciável Ciro Gomes para definição de um projeto nacional, sem discussão de um nome para candidato à Presidência da República em 2022. Camilo é favorável que essa aliança seja discutida hoje e, a médio prazo, una PT e PDT nas eleições municipais de 2020.

A proposta de aliança, no conceito de Camilo Santana, não pode ser protelada

‘’Quando falo em unir Lula e Ciro é para agora, discutir projetos para o país. Acho que aquele que irá representar aquele projeto se definirá no futuro. Qual o projeto de nação que queremos? Algo precisa ser feito. Todas essas pessoas como Lula, Ciro, Fernando Henrique Cardoso, Marina [Silva], podem contribuir nesse projeto. É o momento de construir um projeto nacional para esse país, independentemente de nomes ou partidos”, observou.


Ao ser abordado sobre o aspecto da disputa das eleições municipais, Camilo defende o diálogo e a união:

“Natural que um partido do tamanho do PT queira ter o máximo possível de candidatos nas capitais e cidades brasileiras. Mas ninguém governa sozinho, é importante o diálogo, a construção coletiva. Respeito a decisão partidária do PT, mas acho que é importante fazer esse diálogo, exigir esse diálogo numa perspectiva da construção’’, expôs Camilo Santana, ao dizer, ainda, que ‘’o que ajuda o Brasil é um projeto nacional, onde o PT tem muito a colaborar, por isso defende a união de todas as forças democráticas.”


BATE PAPO POLÍTICO

As declarações de Camilo Santana, com repercussão no cenário político municipal, ganharam destaque, no Bate Papo Político, no Jornal Alerta Geral, edição desta terça, com o jornalista Beto Almeida. O ‘Alerta Geral’ é gerado pela Rádio FM 104.3 – Grande Fortaleza, tem transmissão por outras 25 emissoras no Interior do Estado, e pelas redes sociais do Ceará Agora.

Quanto ao cenário nacional, Camilo Santana se opõe ao impeachment de Bolsonaro, quer que as denúncias contra o governo sejam investigadas e acha que a retirada de um presidente do poder deve ser por via democrática.

” Não é bom para o país, há toda uma desestruturação na economia, no governo. Acredito que remédio para governo ruim é pressão popular. Reivindicar, lutar pelos seus direitos, e esperarmos o momento democrático, que são as eleições, para fazer a troca do mandatário”, comentou.

Camilo destacou qualidades de Ciro e Lula e os tem como melhores referências na política nacional.

“Da redemocratização do Brasil para cá, Lula foi o melhor presidente que o país teve. Da mesma forma o Ciro Gomes, uma das maiores inteligências que conheço nesse país. Torço e o que puder fazer para aproximá-los, uni-los, em defesa de um projeto nacional, eu farei. Tenho nos dois uma admiração e um grande respeito e acho que os dois têm muito a colaborar com nosso país”, observa.

Veja o vídeo do governador Camilo Santana:

About Author

Comment here