NotíciasPolítica

Ely defende cassação do prefeito de Canindé

Powered by Rock Convert

O deputado Ely Aguiar (PSDC) voltou a criticar, na Assembleia Legislativa, a situação do prefeito de Canindé, Francisco Celso Crisóstomo, que segundo o parlamentar, tem várias contas desaprovadas e irregularidades apontadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), entretanto, continua na Prefeitura.

Sobre o caso, o parlamentar afirmou ter observado que o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) estaria sofrendo “pressão”, para que as contas do prefeito sejam aprovadas, e assim, limpar o nome de Crisóstomo . Ely afirmou que teme estar havendo um “arrumadinho” no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) para manter o prefeito no cargo.
“Nós vamos ficar atentos sobre tudo isso. Acreditamos no TCM, inclusive, tem contas desaprovadas que o teor é considerado gravíssimo. Mas a gente acredita que a decisão do Tribunal será pela desaprovação das contas”, reverberou.

Na tribuna, o deputado citou os processos em que Crisóstomo estaria envolvido e um parecer, assinado pelo procurador Márcio Andrade Torres, do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), ratificado pelo procurador Rômulo Moreira Conrado, que assumiu o cargo no TRE no lugar de Torres, há menos de um mês.

“O TRE vem agindo com rigor. Nossa Justiça Eleitoral é muito dura, e peço que não aceite esse jogo”, declarou, enfatizando que a demora em se cumprir as decisões, acarrete no deferimento de Celso Crisóstomo.

Em aparte, o deputado Dedé Teixeira (PT) disse que Ely estava desinformado e que processos como o que o prefeito Crisóstomo vem enfrentando são corriqueiros em gestões municipais, haja vista, muitos serem em virtude de atecnia. “O senhor está no seu direito de defender seu partido, que teve um candidato derrotado em terceiro lugar em Canindé”, alfinetou, afirmando que “não há nada que o impeça de assumir o cargo”.

http://www.oestadoce.com.br

About Author

Comment here