EM CAMOCIM, POLÍCIA CIVIL COM APOIO DA POLÍCIA MILITAR ELUCIDA CRIME BÁRBARO E PRENDE ACUSADO EM TEMPO HÁBIL

Impacto
Impacto

Véi era parceiro da vítima e teria o matado para roubá-lo

 

Após o crime bárbaro que vitimou Antonio Carlos de Oliveira Albino, de 23 anos, residente no bairro da Olinda, a equipe de investigadores da Polícia Civil de Camocim com o apoio de uma equipe de pm’s da FTM iniciou os primeiros levantamentos na tentativa de elucidar o mais rápido possível o crime que produziu cenas estarrecedoras e abalou a cidade.

 

Suspeitos detidos

 

Vários indivíduos suspeitos de participação no homicídio foram detidos no decorrer do dia por Pc’s e Pm’s e levados para depor na DPC de Camocim. Um por um os elementos foram sendo descartados até que por volta das 15h30 surgiram dois nomes, um deles era um indivíduo usuário de drogas identificado como Jonys Carvalho Lima, vulgo “Véi”. Os Pc’s iniciaram as buscas e conseguiram prendê-lo por volta das 17h30 em sua residência, no bairro da Olinda..

 

Motivação

 

De acordo com as informações repassadas ao blog Camocim Polícia 24h por um dos inspetores que participaram das diligências, Véi era parceiro de confiança da vítima Carlos. Na noite de ontem, segunda 08, Véi e Carlos teriam usado droga na casa onde aconteceu o homicídio, sendo que na ocasião Carlos teria lhe mostrado uma arma de fogo e uma boa quantidade em drogas. Segundo a polícia, esse detalhe teria feito com que Véi tivesse decidido matar seu parceiro para roubar a droga e possivelmente a arma.

 

Um segundo envolvido também foi detido e o Dr. Herbert está analisando qual a participação dele no crime para que se possa autuá-lo ou não em flagrante.

 

Acusado se ajoelhou e chorou aos pés da vítima

 

Segundo os pm’s que estavam resguardando o local do sinistro, Véi teria chegado no local do crime já chorando e pediu permissão aos policiais para se despedir do parceiro. Até então Véi não era suspeito do crime. Diante da vítima morta no chão ele se ajoelhou e chorou com se tivesse se despedindo.

 

Acusado era de confiança da vítima

 

Véi e Carlos (Acusado e vítima)

 

No último sábado, 06, uma equipe da FTM havia recebido uma denúncia de consumo e tráfico de drogas e abordou o acusado, a vítima e outros três elementos em um pequeno apartamento, sendo que na ocasião nada foi encontrado mais ficou explícita a amizade entre os dois.

 

Resposta rápida e eficaz

 

Em menos de oito horas após o crime a Polícia Civil deu uma resposta rápida e satisfatória para esse crime que chocou toda a cidade pelas imagens da vítima assassinada a terríveis golpes de facão. Véi foi autuado em flagrante delito por crime de homicídio qualificado e será transferido para a cadeia pública de Camocim onde permanecerá a disposição da justiça.

 

Camocim Polícia 24h

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.