NotíciasPolítica

Eunício nega que presidente da Câmara queira mudanças no BNB

Powered by Rock Convert

O presidente estadual do PMDB, senador Eunício Oliveira, negou especulações de que o novo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB/RN), estaria se movimentando, nos bastidores, para emplacar um novo nome para presidente do Banco do Nordeste do Brasil (BNB). Trata-se de uma resposta à nota divulgada na semana passada pela Associação dos Funcionários do BNB (AFBNB), na qual os trabalhadores defendem que o banco “não é moeda de troca”.  Na nota, a AFBNB destaca que a residência e alguns nomes da diretoria foram modificados há alguns meses. Diante da “boataria de apadrinhamento do BNB”, a entidade julgou ser importante ratificar que o banco é agente de desenvolvimento e, por isso, não deve estar ao “sabor das vontades e conveniências político-partidárias de nenhum parlamentar ou de quem quer que seja”.  Ary Joel de Abreu Lazzarin está à frente do BNB desde setembro do ano passado, empossado pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Sua indicação teve perfil técnico. Lazzarin não possui padrinhos políticos, como foi publicado à época da posse pelo O POVO. Ao frisar que o BNB tem como donos milhões de nordestinos, a AFBNB afirmou não ser “de hoje que ‘outros donos’ tentam se apossar do BNB”, que é “uma instituição de apoio e fomento às atividades produtivas (do Nordeste), seja na agricultura e na pecuária, seja nas pequenas e médias lidas comerciais e serviços”.

 Sem fundamento

Por sua vez, o senador Eunício Oliveira saiu em defesa de Henrique Eduardo Alves, garantindo que as especulações não têm fundamento algum. “Ele não se mexeu para isso não. Estão plantando essa conversa”, disse. Ele afirmou ainda não ter sido procurado por nenhum parlamentar para tratar do assunto. Para Eunício, seria grosseria algum parlamentar do seu partido se movimentar para definir nomes para a presidência do BNB sem procurá-lo, considerando que ele é o presidente estadual da sigla. “Essa conversa é plantação pura. Ou, como a gente chama no linguajar político, é uma vacina, um antídoto. Não existe nada disso. É conversa fiada”, reiterou.  Em entrevista ao O POVO, Eunício disse que concorda com os funcionários do BNB quanto ao banco não ser moeda de troca. “Não é moeda de troca mesmo não. É banco de fomento. E no dia que me perguntaram sobre o novo presidente do BNB, respondi que não quero saber quem vai ser o presidente, mas quero saber o que irá fazer pelo desenvolvimento e fomento do Nordeste”, recordou. O POVO tentou contato com o deputado Henrique Eduardo Alves, mas a assessoria de comunicação do deputado informou, na última quinta-feira, que ele não estaria disponível para entrevista naquele dia. Ainda assim, solicitou que fosse enviado email explicando o pedido de entrevista. A reportagem enviou email, mas não obteve retorno até o fechamento da edição. Na sexta-feira, O POVO tentou contato às 17 horas (local) com a assessora, mas ela já não estava no gabinete. Ontem, nenhum assessor foi localizado.

ENTENDA A NOTÍCIA

Especulações de que o deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB) estaria se mobilizando para emplacar nome para presidente do BNB levaram funcionários do banco a divulgar nota, repudiando a possibilidade.

http://www.opovo.com.br

About Author

Comment here