Justiça transfere ‘Alemão’ e comparsa para presídios federais de segurança máxima

Impacto
Impacto

 

 

Os presos Antonio Jussivan Alves dos Santos (o ‘Alemão’) e Antonio Carlito Avelino (o ‘Boi’) foram transferidos do sistema penitenciário cearense para presídios federais de segurança máxima, por determinação da Justiça. A dupla tentou fugir da Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), no dia 8 de
agosto deste ano, em uma ação criminosa ousada orquestrada pela facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC).

 

‘Alemão’, que ficou famoso por ser um dos líderes do furto milionário ao Banco Central de Fortaleza, em 2005, foi transferido para o Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná, no último dia 23 de dezembro. A transferência foi decretada pelo juiz da 1ª Vara de Execução Penal da Comarca de Fortaleza, Luiz Bessa Neto, no último dia 13 de dezembro, conforme os autos do processo de execução de pena do detento.

 

A advogada de defesa de ‘Alemão’, Maria Erbênia Rodrigues, ingressou com um recurso agravo em execução, no Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), para revogar a transferência do cliente de presídios. Nos autos do recurso, a advogada alegou que ‘Alemão’ tem bom
comportamento

 

Já ‘Boi’, que estava detido na Unidade Prisional Agente Penitenciário Luciano Andrade Lima (antiga CPPL I), em Itaitinga, foi transferido para a Penitenciária Federal de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, no último dia 8 de dezembro.

 

Ele é considerado outro líder do PCC no Estado e um especialista em ataques a instituições financeiras e já foi condenado a mais de 50 anos de reclusão. A defesa de ‘Boi’ foi procurada pela reportagem, mas não atendeu aos telefonemas.

 

A Secretaria da Justiça e Cidadania do Estado (Sejus) confirmou as transferências dos dois presos. “Após requerimento do Ministério Público sobre a viabilidade desses internos permanecerem no sistema penitenciário depois da tentativa de resgate armado registrada
na Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba, no último dia oito de agosto, a Sejus solicitou ao Judiciário local a transferência dos internos para unidades prisionais federais”, afirmou a Pasta, em nota emitida pela assessoria de comunicação.

 

Diário do Nordeste

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.