Leite sem condições de consumo é apreendido

admin
admin

Uma carga com 2.500 litros de leite foi apreendida pela Polícia Rodoviária Federal do Ceará (PRF/CE) na tarde da última quinta-feira (18) no Km 214 da BR-020, no município de Boa Viagem, a 217 Km de Fortaleza. O alimento, que estava sem refrigeração e sem condições de higiene, seria entregue às crianças cadastradas no Programa Fome Zero, do governo federal, por meio das Secretarias de Saúde de Madalena e Itatira. As informações foram divulgadas somente ontem.  Até baratas foram encontradas entre o leite. O condutor do veículo apreendido afirmou que alguns sacos foram deixados em Boa Viagem  Segundo a PRF/CE, havia até mesmo baratas sobre os sacos de leite. A Vigilância Sanitária do local foi acionada e decidiu incinerar a carga após a inspeção, o que foi feito no mesmo dia. O condutor do veículo informou que a carga iria para Madalena e Itatira, informação confirmada pelos recibos apresentados.   A carga estava em nome da Bezerra Laticínios LTDA – ME, contratada pela Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA) através de licitação para atender ao Leite Fome Zero. Segundo Márcio Peixoto, coordenador do programa no Ceará, a empresa apresentou toda a documentação necessária para participar do programa, o que inclui o uso de caminhões isotérmicos e refrigerados para acondicionar e distribuir o leite.  Entretanto, após a apreensão, a SDA descobriu que o caminhão que atendia a área de Boa Viagem “quebrou e foi trocado por outro irregular sem o nosso conhecimento”, disse Peixoto. Ainda segundo ele, a Secretaria tomou as medidas cabíveis, que foram multar a empresa e suspender as entregas até que ela apresente a regularização dos caminhões. Se houver reincidência, o contrato será encerrado”, completou o coordenador.  Em 2013, a Bezerra Laticínios foi vencedora de oito lotes para distribuição de leite do tipo “C”, que compreendem 20 cidade do Estado. Um dos lotes, o de número 33, compreende os municípios de Boa Viagem, Madalena e Itatira. A reportagem tentou falar com a empresa, mas não obteve sucesso.  O motorista da empresa, que não teve o nome divulgado, confessou que, pouco antes da abordagem, havia deixado 5.335 sacos de leite em Boa Viagem. Conforme a PRF/CE, a apreensão teve grande repercussão na cidade, onde casos de crianças com infecção alimentar foram diagnosticados. O condutor foi multado por outras irregularidades no veículo e liberado. 

Indignação

Em nota, o MDS disse estar “indignado” com o ocorrido. “Cabe ao Estado contratar as empresas que beneficiam e entregam o produto nos municípios, assim como fiscalizar e controlar a qualidade do leite entregue”, diz o texto. O Ministério informou ainda que solicitou ao governo estadual que “vistorie o laticínio imediatamente e que entreviste as entidades que recebem as entregas deste leite, assim como os demais laticínios que atendem o programa no “Estado”.

GERMANO RIBEIRO
REDAÇÃO WEB

http://diariodonordeste.globo.com

 

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.