NotíciasPolítica

Luizianne Lins diz que governador foi leviano ao envolvê-la

Powered by Rock Convert

Ex-prefeita retomou atividades ontem como professora da UFC. Ela diz que prefere não responder ao governador, mas defendeu o petista Eudes Xavier pela decisão dele de ir à tribuna da Câmara para pedir investigação sobre o caso.  A ex-prefeita e presidente estadual do PT Luizianne Lins disse ontem que Cid Gomes (PSB) foi “leviano” ao citá-la no caso de suposta espionagem de e-mails enviados entre governador e secretários estaduais. “Eu não vou responder ao governador. Não me troco com esse pessoal. O governador deve explicações. Ele foi leviano ao levantar meu nome”, declarou ela ontem no campus do Benfica da Universidade Federal do Ceará (UFC), onde deu aula de Fotografia para estudantes de Publicidade.  Na última quinta-feira (4), o deputado federal Eudes Xavier (PT) declarou, na tribuna da Câmara dos Deputados, que Cid e o irmão Ciro Gomes teriam contratado a empresa americana Kroll para espionar o ex-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa (PR), desafeto pessoal de Ciro.  Na manhã do dia seguinte, Cid foi à Assembleia Legislativa para rechaçar as acusações e disse, dentre outras coisas, que email que lhe teria sido enviado pela ex-titular da Secretaria do Centro de Fortaleza, Luiza Perdigão, foi parar nas mãos de Luizianne.  Falando a O POVO ontem, Luizianne defendeu Eudes Xavier. “Ele, como deputado federal, tinha a obrigação de pedir a investigação da veracidade das provas (de que Cid e Ciro estariam espionando Roberto Pessoa). Se for constatado que são verdadeiras, isso é gravíssimo do ponto de vista da democracia.”

Ex-assessora

No discurso na Assembleia, Cid disse que estava autorizado por Luiza Perdigão a contar a história do email. Questionada sobre isso, Luizianne disse: “Aí você tem que perguntar à Luiza, perguntar quem me deu o email”.  Luizianne afirmou que daria detalhes do caso depois de reunião da Executiva Estadual do PT marcada para 14h30min de ontem. Cerca de meia hora antes disso porém, a assessoria de imprensa do PT comunicou o adiamento da reunião. O POVO voltou a procurar Luizianne, mas o celular dela não atendeu.               A assessoria de imprensa do governo, procurada ontem à tarde, limitou-se a informar que “o Governador Cid Gomes foi de maneira espontânea à Assembleia Legislativa. Na ocasião, como foi retratada pelo próprio O POVO, todas as acusações foram prontamente descartadas.”  A denúncia de Eudes Xavier já chegou à Procuradoria Geral da República. De lá o caso pode se encaminhado ao Ministério Público Federal no Ceará, que até agora nada recebeu.

http://www.opovo.com.br

About Author

Comment here