NEGOCIAÇÕES ENTRE MEMBROS DE FACÇÕES CRIMINOSAS E AGENTES PENITENCIÁRIOS DE CARGOS ESTRATÉGICOS DA SECRETARIA DA JUSTIÇA

Impacto
Impacto

 

 

O Ministério Público do Estado Ceará (MPCE) divulgou uma série de áudios de interceptações telefônicas colhidas durante a Operação Masmorras Abertas. As gravações expõem diálogos comprometedores com os alvos da investigação, incluindo o ex-titular da Coordenadoria do Sistema Penal (Cosipe), Edmar de Oliveira Santos, afastado do cargo nesta segunda-feira (16) junto com mais outros seis servidores públicos, incluído membros da alta cúpula da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus)Ouça as ligações na reportagem do Comando 22.

 

Os áudios mostram supostas combinações entre os agentes penitenciários e uma mulher, identificada como Gizeuda Ferreira de Lima, que seria integrante da facção paulista Primeiro Comando da Capital (PCC). A suspeita negociava entregas de ilícitos, como celulares e drogas, dentro das unidades prisionais e possuía conhecimento sobre as fugas futuras. Ela tinha o número pessoal do titular da coordenadoria do Sistema Penitenciário, Edmar de Oliveira, conhecido como ‘braço direito’ da secretária de Justiça, Socorro França, e mantinha contato direto com o gestor, a quem fazia pedidos particulares.

 

Gizeuda Ferreira foi presa em diligências da ‘Operação Masmorras Abertas’ e que responde na 11ª Vara Criminal da Comarca de Fortaleza por falsificação de documento público, tráfico de influência e associação criminosa. Ela é esposa do presidiário Fábio Sousa Lima.

 

A investigação do Ministério Público contempla 1.850 horas de gravações telefônicas, 70 mil ligações e SMS, 76 terminais interceptados e 37 investigados. A quadrilha é suspeita de cometer os crimes de corrupção passiva, inserção de dados falsos no sistema de informação, prevaricação, omissão no dever de vedar ao preso acesso a aparelho celular, condescendência criminosa, violação do sigilo profissional e também tortura de presos.

 

Afastamentos

 

Sete agentes penitenciários foram afastados de suas funções nesta segunda-feira (16). Os servidores são Edmar de Oliveira Santos, da Coordenadoria do Sistema Penal (Cosipe); Celso Murilo Rebouças de Mendonça, adjunto da Cosipe; Herlano Walquer Falcão Macieira, diretor da Casa de Privação Provisória de Liberdade (CPPL) II; Paulo Ednardo Oliveira de carvalho, coordenador de Patrimônio da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus); João Augusto de Oliveira Neto, agente penitenciário; Mauro César Ximenes Andrade, Diretor adjunto da CPPL I; e Francisca Celiane de Almeida Celestino, diretora do Centro de Triagem e Observação Criminológica (Cetoc).

 

TV Diário

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.