Notícias

Membros da base aliada de Roberto Cláudio se mostram constrangidos

Powered by Rock Convert

Em meio à insatisfação de vereadores da base aliada à prefeitura, à abstenção do líder do governo e aos protestos da oposição, a Câmara Municipal de Fortaleza aprovou ontem em plenário o projeto do prefeito Roberto Cláudio (PSB) que inclui a ponte estaiada sobre o rio Cocó – ainda a ser construída – no Sistema Viário do Município. A grande polêmica foi causada pela emenda que cria uma via separando a Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie) das Dunas do Cocó do Parque do Cocó. O vereador João Alfredo (PSOL) já anunciava ontem que a oposição se engajaria na campanha “Veta, prefeito”. Ele apresentou questão de ordem argumentando que a apresentação da emenda não se deu conforme o Regimento Interno da Câmara. A sessão foi suspensa por cerca de duas horas para que a Mesa avaliasse o parecer de Alfredo, que acabou indeferido.  A via paisagística, segundo a emenda, será construída no limite sul do Loteamento Jardim Fortaleza, entre a Avenida Sebastião de Abreu e o prolongamento da Rua Almeida Prado. Foi apresentada por Comissão Conjunta de Desenvolvimento Urbano, Habitação e Meio Ambiente e Legislação, Justiça e Cidadania.  João Alfredo disse lamentar que “vereadores sérios tenham sido enganados”, pois, segundo ele, foram induzidos a votar a favor acreditando que a emenda era do prefeito. “Teve vereador que saiu daqui ontem (terça) chorando, porque foi enganado, enquanto outros comemoraram, porque são lobistas da especulação imobiliária”.  “Eu fui claro ontem (terça): é emenda da comissão”, respondeu Didi Mangueira (PDT), vice-líder do governo. Mas o vereador Paulo Diógenes, em conversa com O POVO, diz ter ouvido de Didi na reunião de terça que a emenda era do prefeito. “Eu não entendi nada. Muitos vereadores da base estão insatisfeitos”, disse Diógenes. Ele votou contra o projeto, declarando que “quando o prefeito disser que a emenda é dele, voto sim.”  O líder do governo, Evaldo Lima (PCdoB), manteve silêncio durante a discussão e absteve-se de votar. Ao O POVO, Evaldo afirmou que já havia comunicado ao prefeito sua oposição à emenda, já que o PCdoB tem resolução em defesa do Cocó. “Deixei claro para os vereadores que o prefeito tem compromisso com a ponte estaiada, ponto estratégico na política de mobilidade urbana”.

http://www.opovo.com.br/

About Author

Comment here