NotíciasPolítica

Minirreforma sinaliza mudança de rumos

Powered by Rock Convert

Dos nove nomes anunciados ontem pelo governador Cid Gomes (PSB) para assumir as secretarias de Governo, apenas dois representam continuidade. Nas Secretarias da Fazenda (Sefaz) e das Cidades, assumiram gestores que já integravam o segundo escalão das pastas. João Marcos Maia era secretário adjunto da Sefaz e agora se torna titular. Carlo Ferrentini, que era executivo das Cidades, agora assume o comando da gestão.

Nas outras sete secretarias, os gestores vêm de fora da secretaria, o que pode sinalizar decisão do governador de promover mudanças nos rumos de cada pasta. Mesmo reafirmando a intenção dos exonerados de disputar as eleições em 2014, Cid Gomes afirmou que as mudanças vieram para incrementar o ritmo de trabalho em algumas áreas. Mas, falou também em humildade para reconhecer dificuldades. “Mais do que um ato eleitoral, o que queremos é que seja um ato administrativo”, disse.

Para a Secretaria da Saúde, “área de maior preocupação e reivindicação popular”, Cid nomeou seu irmão Ciro Gomes (PSB). No caso da Secretaria da Segurança e Defesa Social (SSPDS), que o governador apontou como “ maior desafio”, Cid nomeou o titular da Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança e Sistema Penitenciário do Estado do Ceará, Servilho Paiva. De acordo com Ciro Gomes (que entregou a Cid relatório sobre a situação da SSPDS, com sugestões), Servilho é um homem que estava perto, olhando pelo ângulo do que estava errado. “Ele pode pegar o bonde e recriar as expectativas, restaurar os fluxos. Não é que o (coronel) Bezerra não estivesse fazendo esse trabalho. Estava. Mas foi no contexto do Bezerra que aconteceu aquele motim”, disse, sobre a greve da Polícia Militar.

Mauro Filho

De todos os secretários que entregam agora os cargos, o que mereceu mais elogios de Cid foi o da Fazenda, Mauro Filho (PSB), que já foi apontado como um dos favoritos de Cid para a sua sucessão. Segundo o governador, Mauro “ainda tem muitos bons serviços a prestar ao Ceará”. Ao mencionar que o Ceará é o quarto Estado do país em volume de investimentos, Cid afirmou que não se consegue isso sem responsabilidade e gestão dos orçamentos. “Mauro Filho está há sete anos cumprindo essa tarefa, sem elevar uma alíquota, imposto, sempre buscando diálogo”, elogiou Cid.

http://www.opovo.com.br

About Author

Comment here