NotíciasPoliciaSaúde

O que se sabe até agora sobre a tragédia na avenida Osório de Paiva, em Fortaleza

Powered by Rock Convert

Três pessoas morreram no acidente e aproximadamente 20 saíram feridas, entre pessoas com lesões leves e graves

 

Em um percurso de 300 metros, a imagem de desolação chamava atenção. Eram pessoas caídas no chão aguardando socorro, corpos, carros destruídos e motocicletas no chão. O cenário, conforme a supervisora operacional da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), Natalia Machado, foi resultado de um caminhão que avançou o sinal vermelho, na avenida Osório de Paiva, em Fortaleza e seguiu colidindo com carros e motocicletas. Pedestres também foram atingidos. O acidente foi registrado no começo da noite desta segunda-feira, 30.

 

Três pessoas morreram no acidente e aproximadamente 20 saíram feridas, entre pessoas com lesões leves e graves. Dez veículos, entre motocicletas e carros, foram atingidos na via. Conforme a supervisora operacional, o motorista do veículo assumiu ter ingerido bebida alcoolica. Durante conversa com a profissional, o motorista disse que bebeu cachaça. Não foi possível realizar o teste do bafômetro e o motorista foi socorrido ao Instituto Doutor José Frota (IJF), com suspeita de traumatismo craniano. Ele foi encaminhado sob escolta policial.

 

“Ele veio sentido Siqueira/Maracanaú. Avançou o semáforo e veio colhendo tudo o que havia pela frente. Não freou. Veio atingido várias pessoas. Os carros atingidos foram 10, no total. Foram pelo menos 20 vítimas, entre graves e leves. Além de três óbitos”, disse.

 

As duas primeiras pessoas morreram no local. Eram motociclistas. “A terceira pessoa sofreu um ataque cardíaco, estava sendo atendido na ambulância, os socorristas estavam tentando reanimá-lo, mas não resistiu aos ferimentos”, completou Natalia Machado.

Sobre o motorista, a funcionária da AMC disse que ele tinha hálito de álcool, olhos vermelhos e não falava as palavras nítidas. “Perguntei se ele havia ingerido bebida alcóolica, ele dizia que sim. E disse que era cachaça. Foi socorrido ao IJF. Está sob custódia da Polícia”, explicou. Conforme a supervisora operacional, o procedimento administrativo e criminal vai ser realizado. A AMC está fazendo o termo de constatação da embriaguez. O auto da infração, para posteriormente ele responder criminal e civilmente, também será realizado.

 

O acidente mobilizou a Polícia Militar, agentes da AMC, Perícia Forense, Corpo de Bombeiros e muitos curiosos. Familiares se aglomeravam no local em busca de informações. Alguns caíram no choro quando descobriram que os parentes estavam entre as vítimas.

 

De acordo com informações de um socorrista, o motorista do caminhão, Fabiano Queiroz da Silva, de 32 anos, sofreu tentativa de linchamento. “A gente se deparou com ele e a face dele estava bastante lesionada. As informações que tivemos é que a maior parte das lesões foram por parte das agressões”, disse.

 

No trecho da avenida onde começou o acidente, nas proximidades do terminal do Siqueira, um carro estava capotado e havia colidido com um poste. Mais a frente pessoas no chão aguardavam atendimento, entre elas uma mulher grávida. Alguns metros depois outros dois carros colididos e um caminhão no meio da via, que também foi colhido pelo caminhão desgovernado. Corpos estendidos no chão e cobertos por um pano branco. Por último estava o caminhão baú desgovernado, sendo analisado por peritos.

 

Para os policiais rodoviários estaduais que estavam presentes, o acidente era algo de grande dimensão e nunca visto. A maior dificuldade era controlar os curiosos que se aglomeravam em meio a via e atrapalhavam o trânsito. Quase gerando um novo acidente.

 

SSPDS 

 

Por meio de nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), informou que o veículo atingiu seis carros, cinco motos e um outro caminhão. 12 pessoas foram socorridas por cinco ambulâncias do Samu e duas ambulâncias do Corpo de Bombeiros. Elas foram encaminhadas a unidades hospitalares.

 

Apesar do órgão ter repassado o número de 12 feridos, a AMC registra aproximadamente 20, pois algumas pessoas foram atendidas no local com lesões leves. Das pessoas mortas, a SSPDS informou que uma delas é uma mulher de 30 anos e um homem de 60 anos.

 

O órgão confirmou que o motorista do caminhão foi detido e posteriormente será conduzido para uma delegcia, onde serão realizados os procedimentos.

 

O povo

About Author

Comment here