PGR denuncia Renan Calheiros e Aníbal Gomes por corrupção e lavagem de dinheiro na Lava Jato

Impacto
Impacto

pgr-denuncia-renan-calheiros-e-anibal-gomes-por-corrupcao-e-lavagem-de-dinheiro-na-lava-jato

 

 

Em troca de propina, parlamentares beneficiavam Serveng em licitações da Petrobras através de Paulo Roberto Costa.

 

A procuradoria geral da União (PGR) denunciou, nesta segunda-feira (12), no âmbito da Operação Lava Jato, o presidente do senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o deputado federal Aníbal Gomes (PMDB-CE) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

 

Os parlamentares receberam R$ 800 mil em propina através de doações oficiais da empreiteira Serveng. Em troca da verba, Renan e Aníval articularam a manutenção de Paulo Roberto Costa na direção de abastecimento da Petrobras. Costa, segundo investigação, interferia a favor da empreiteira nas licitações da estatal.

 

A PGR quer reparação dos danos materiais no valor mínimo de R$ 800 mil, mais R$ 800 mil por outros prejuízos, equivalente ao valor da propina paga e a erda da função pública dos parlamentares.

 

Com informações do jornal Folha De S.Paulo

 

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.