GranjaNotícias

Polícia Civil de Pernambuco investiga suposta venda de bebê no Facebook

Powered by Rock Convert

A Polícia Civil de Pernambuco investiga um suposto esquema de compra e venda de um bebê pela internet. O Departamento de Polícia da Criança e do Adolescente informou que identificou uma mulher de Recife que supostamente tentou vender seu bebê recém-nascido por R$ 50 mil.

A criança nasceu em maio, com seis meses, e morreu na última sexta-feira. Foto: SXC

A mulher interessada em ficar com a criança disse à polícia que acreditava que o bebê seria doado e que desistiu quando a mãe pediu o dinheiro. Ela denunciou o caso ao Ministério Público, que encaminhou as informações à Polícia Civil. O nome delas não foi informado.  De acordo com o delegado responsável pelo caso, Ademir de Oliveira, a mãe do bebê ofereceu o filho por uma página no Facebook. Ela já foi ouvida, mas ninguém foi preso. O delegado não informou o que ela disse no depoimento.  O delegado disse que há oferta de crianças em Recife em pelo menos duas páginas na rede social. Ele informou que vai solicitar ao escritório do Facebook no Brasil cópia do conteúdo das páginas e a remoção delas.  Um dos perfis na rede social, “Quero Doar. Quero Adotar Seu Bebê-Recife PE“, saiu do ar no início da tarde desta quarta-feira (31).  Prometer ou efetivar a entrega do filho mediante pagamento é crime, de acordo com o artigo 238 do Estatuto da Criança e do Adolescente. A pena é de até quatro anos de prisão.  Procurado pela reportagem, o Facebook respondeu que não comenta casos específicos.

http://diariodonordeste.globo.com

About Author

Comment here