GranjaNotícias

Polícia Suspeitos de fraudarem concurso são presos neste domingo

Powered by Rock Convert

Sete suspeitos de fraudarem concursos públicos foram presos neste domingo (2) após suspeita do Ministério Público. Um dos possíveis alvos da quadrilha era o exame para Analista e Técnico do Ministério Público do Ceará (MP-CE), neste domingo, que foi marcado por desorganização e atraso.

Foto: Reprodução/TV Diário

A operação foi realizada numa cooperação entre o próprio MP-CE, a Coordenadoria de Inteligência do Estado do Ceará (Coin) e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco).

Segundo o procurador de justiça, Manoel Epaminondas, o grupo estava sendo monitorado há cerca de duas semanas. “Iniciamos as investigações e conseguimos identificar essa quadrilha. Pedimos ao Poder Judiciário para decretar prisão temporária e busca e apreensão nas respectivas residências dos sete integrantes”, afirmou o procurador.

Por conta desse monitoramento, houve uma alteração no edital do certame, onde foi proibida a entrada de celulares nos locais de provas. Também foram implementados detectores de metal e todos os participantes do concurso tiveram de ser submetidos à ferramenta.

Essa ação inibiu a quadrilha, que não tentou ir à prova, com a exceção de um dos integrantes, que não portava nenhum ponto eletrônico.

Com base em formação de quadrilha, o grupo foi preso e teve seus pertences revistados. Em uma casa no Icaraí, foram apreendidos 41 kits de cola eletrônica, com celulares, transmissores bluetooth e ponto auricular. Além disso, um revólver foi encontrado no apartamento do integrante que foi à prova. O líder da quadrilha era Roberto Clodoaldo Gomes Feitosa.

Para a secretária da comissão organizadora do concurso, Milena Sousa, o concurso ocorreu conforme a previsão inicial. “Essa fraude investigada não afetou os candidatos do certame”, comentou.

Com informações do repórter da TV Diário Maurício Teófilo

About Author

Comment here