Reportagem leva Governo a liberar recursos da Transposição

admin
admin
Diante das repercussão negativa da reportagem, exibida, neste domingo, o Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, assina, nesta segunda-feira, ordem de serviço para novas obras

O Governo Federal se preparou, durante a semana, para neutralizar a repercussão negativa da reportagem exibida, neste domingo, pelo Fantástico, com denúncias de irregularidades nas obras de transposição de águas do Rio São Francisco.

Uma das medidas é o anúncio, nesta segunda-feira, da liberação de recursos para novos trechos da obra, beneficiando cidades de Pernambuco e Ceará. O Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, assina, em Salgueiro, às 9 horas, a liberação de R$ 394,4 milhões para obras no trecho que levará água de Cabrobó, PE, a Jati, no Ceará.

A realização de novas obras  deixa entusiasmados trabalhadores, comerciantes e prestadores de serviços na Região Sul do Ceará. O início de um novo trecho da obra representa esperança de um sonho a ser realizado e, ao mesmo tempo, aquecimento da economia em cidades do Sul do Ceará.

A transposição, que beneficia diretamente cidades do Ceará, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte – áreas mais castigadas pela estiagem, avança em um ritmo bem aquém do prometido pelo Governo Federal, mas a obra caminha para se transformar em realidade.

Os recursos vão permitir o início das obras complementares da Meta 1N, composta por cinco lotes e pelo canal de aproximação. A ordem de serviço contempla atividades de instalação de canteiro, mobilização imediata de trabalhadores, barragens, passarelas, pontes, canais e túnel. Esta meta tem por objetivo a captação do Rio São Francisco no município de Cabrobó (PE) até o reservatório de Jati, no Ceará.

A ordem de serviço para obras complementares vai permitir a contratação de mais 600 trabalhadores na região de Cabrobó (PE), Salgueiro (PE), Verdejante (PE), Penaforte (CE) e Jati (CE). Atualmente, já são 1,4 mil funcionários trabalhando na Meta 1N, que deve estar concluída no segundo semestre de 2014 e ter investimento total de R$ 772,1 milhões.

Dos 16 lotes da obra, um já está concluído e nove estão em atividade. O Projeto de Integração do Rio São Francisco com Bacias Hidrográficas do Nordeste Setentrional faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e apresenta 43% de execução.

A reportagem do Programa Fantástico, exibida, neste domingo, percorreu mais de 1.000 quilômetros das áreas cortadas pela transposição, confirmou irregularidades nas obras, superfaturamento e mais demora para o sonhod a transposição se transformar em realidade. A obra, orçada em R$ 4,2 bilhões, tem custos estimados atualmente em R$ 7,5 bilhões.

fonte: http://www.cearaagora.com.br

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.