Safra de grãos deve cair 42,27% no CE

admin
admin

O quinto Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), realizado no período de 16 de abril a 15 de maio, mostra que, em relação ao mês anterior, 20 produtos variaram, sendo treze negativamente e sete positivamente. O Levantamento, divulgado ontem, foi elaborado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística no Ceará (IBGE), através do Grupo de Coordenação de Estatísticas Agropecuárias do Ceará (GCEA-CE).

No período de referência, apresentaram crescimento da estimativa de produção os seguintes produtos: milho (espiga), cana-de-açúcar irrigada, mandioca irrigada, coco-da-baía (seco), limão, manga irrigada, maracujá e mamão. Os produtos que apresentam redução na expectativa da produção para 2013 são: arroz de sequeiro, feijão de arranca de 1ª safra (Phaseollus), feijão de corda de 1ª safra (Vigna), milho (grão), cana-de-açúcar, mamona, mandioca, acerola, banana de sequeiro, banana irrigada, goiaba irrigada, coco-da-baía (água) e goiaba.

DESTAQUES
Para o grupo de cereais, leguminosas e oleaginosas, cinco produtos foram alterados em relação ao mês anterior, sendo todos negativamente, motivado, principalmente, por conta da irregularidade das chuvas. Com isso, a produção agora esperada é de 719.832 toneladas (t), contra a estimativa inicial (1.246.856 t), uma significativa redução de -42,27%, e uma redução de -1,52% em relação ao mês passado (730.963). A nova estimativa, porém, representa uma alta de 207,81% acima da safra de 2012 (233.857 t), ano de seca intensa.

Quanto a frutas frescas, composto de 18 produtos, constatou-se que dez deles variaram, sendo quatro alterações positivas e seis negativas. Entre as alterações positivas, estão o limão, a manga irrigada, o maracujá e o mamão. Apresentaram reduções os seguintes frutos: acerola, banana de sequeiro, banana irrigada, goiaba irrigada e goiaba. A produção esperada é de 1.216.626 t, decrescendo -3,42% em relação ao mês anterior (1.259.770 t), e –3,49% em relação à estimativa inicial (1.260.631 t). A estimativa só é maior na comparação com a safra anterior (2012), em 12,67%.
No grupo composto por frutos secos, a produção de castanha-de-caju não apresentou modificações em relação ao mês anterior, permanecendo com a previsão de serem obtidas 45.923 toneladas, significando incremento de 188,01% em relação à safra 2012. Do mesmo modo, a castanha-de-caju (gigante) não apresentou modificações em relação ao mês anterior, permanecendo com a previsão de serem obtidas 119.220 t, uma ligeira redução de -0,08% sobre o mês anterior, e um acréscimo de 426,85% em relação à safra 2012. No cômputo geral, a castanha-de-caju tem sua produção estimada em 165.143 toneladas, decrescendo -0,06% quanto á primeira estimativa (165.238 t), e mostrando a elevação de 328,12% ao se comparar à safra de 2012 (38.574 t).

http://www.oestadoce.com.br

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.