CidadesPoliciaPolítica

TCE encontra irregularidades na gestão de Monica Aguiar quando presidiu o Consórcio de saúde da microrregião de Camocim.

Powered by Rock Convert

A gestão objeto de denúncias e que foram encontradas irregularidades no Consórcio Público de Saúde da Microrregião de Camocim foram nas duas gestões de Monica Aguiar . Ela, e sua prima Elizabete,  foram notificadas pra responder aos auditores do Tribunal. O relatório de irregularidades passa de 100 páginas.


O próprio Jornal diário do Nordeste publicou que  “a auditoria é referente ao período entre 2015 e 2018, em três frentes: orçamentária e financeira; pessoal, contratação e acumulação de cargos; e licitação”. 


O Jornal O POVO também publicou uma matéria sobre as irregularidades no Consórcio na gestão da prefeita Monica. 


Leia também: Auditoria do TCE encontra irregularidades em consórcio de saúde de Camocim durante gestão Monica Aguiar


Entenda 

O pedido de Auditoria do Consórcio foi feito pelo deputado estadual Sérgio Aguiar, que solicitou a investigação apenas dos dois últimos anos: 2017 e 2018, período que não contemplava a gestão de sua esposa, a prefeita Monica. Porém, a pedido do deputado Romeu Aldigueri, que concordou de início com a auditoria,  o TCE estendeu as investigações ao período no qual o consórcio foi comandado por Monica.


Auditória não contempla a gestão da prefeita de Granja, Amanda Aldigueri, que só assumiu a presidência do Consórcio no ano passado , 2019.


Carlos Jardel

About Author

Comment here