NotíciasPolítica

Tianguá e Irauçuba elegem prefeitos para mandato tampão

Powered by Rock Convert

A data limite para a diplomação dos eleitos, em ambos os municípios, é 11 de novembro de 2019.

 

Os eleitores de Tianguá e de Irauçuba voltaram às urnas,  nesse domingo (27), para escolher, em eleição suplementar, novo prefeito e vice. Os novos gestores cumprirão mandato tampão – entre novembro de 2019 e 31 de dezembro de 2020. No dia primeiro de 2021, assumem, para um mandato de quatro anos, os prefeitos a serem eleitos nas eleições do próximo ano. A eleição suplementar foi considerada tranquila em Tianguá e Irauçuba.  A data limite para a diplomação dos eleitos, em ambos os municípios, é 11 de novembro de 2019.

 

Com 43.011 votos (1.346 brancos e 2.525 nulos), Tianguá encerrou a apuração às 19 horas e o resultado final da contagem dos votos apontou a vitória do candidato Luiz Menezes de Lima (PSD), com 51,78% dos votos (20.268 votos), que tem como vice-prefeito, Alex Anderson Nunes da Costa. Dos 50.636 eleitores de Tianguá,  deixaram de comparecer 7.625 eleitores, o que representa uma abstenção de 15,06%.

 

Em segundo lugar, ficou Valdeída Souza Azevedo (candidata a prefeita) e Fernando Alves de Menezes (candidato a vice-prefeito) – 16.923 votos; Haroldo Aragão Correia (candidato a prefeito) e Tiago Cunha Fontenele (candidato a vice-prefeito) – 1.135 votos; e José Cardoso Terceiro (candidato a prefeito) e João Antônio Beviláqua Alves (candidato a vice-prefeito) – 814 votos. Os candidatos Valfrido de Paulo Fontenele e Luiz Gonzaga Paixão Fontenele renunciaram na última semana, e os votos a eles destinados são considerados nulos.

 

Luiz Menezes foi eleito em 2016, exerceu o mandato por mais de dois anos e, em 2018, foi cassado e, agora, volta ao comando administrativo do Município.

 

Irauçuba

No município, a totalização foi concluída às 18h54, com 13.882 votos (138 brancos e 284 nulos). Venceu a candidata Geraldinha Braga (PSD), com 58,65% dos votos válidos (7.894 votos), que tem como vice-prefeito, Carlos Felipe de Sousa Fernandes. Dos 16.151 eleitores de Irauçuba, 2.269 deixaram de comparecer, o que representa uma abstenção de 14,05%. Nenhuma urnas eletrônica precisou ser trocada.
Concorreram também Ana Cleia Barroso Caetano (candidata a prefeita) e Raimundo Alves Lopes (candidato a vice-prefeito) – 5.392 votos; e Manoel Clerdonio Ávila (candidato a prefeito) e Romário Azevedo Ávila (candidato a vice-prefeito) – 174 votos.

 

Funcionaram 62 seções eleitorais, distribuídas nos  locais de votação do município. Foram convocados 248 mesários para o dia do pleito. A juíza da 41ª Zona Eleitoral, Juliana Porto Sales, comandou o pleito, tendo como chefe de cartório, Márcio Lopes Cruz, e, atuando como promotora eleitoral, Valeska Catunda Bastos. Auxiliaram os trabalhos os servidores do cartório eleitoral e o pessoal de apoio.
Ambos os pleitos envolveram grande número de servidores da Secretaria do TRE, que atuaram no período eleitoral e durante todo o domingo, no acompanhamento do pleito, desde o início do dia até a totalização dos votos.

 

Histórico

 

Na sessão do Pleno do TRE, de 22 de julho de 2019, foram cassados os mandatos do prefeito e vice-prefeito do município de Irauçuba, respectivamente, Raimundo Nonato Sousa e José Pinto de Mesquita, por abuso de poder econômico nas eleições municipais de 2016.

 

Em 20 de agosto de 2019, o TRE-CE declarou inelegíveis o prefeito de Tianguá, José Jaydson Saraiva de Aguiar, e o vice-prefeito, Mardes Ramos de Oliveira, escolhidos no dia 3 de junho de 2018, também, em eleição suplementar. Os membros da Corte julgaram procedente a impugnação ao pedido de registro de candidatura e declararam a nulidade dos votos e dos diplomas.

 

Outras suplementares

 

Mais dois municípios brasileiros foram às urnas neste domingo, 27/10, são eles: Guaiçara (SP) e Castelo (ES). O município de Aracoiaba (CE) realizará eleição suplementar para prefeito e vice, no próximo dia 1º de dezembro, após cassação dos diplomas dos eleitos em 2016.

 

(*) Com informações da assessoria de imprensa do Tribunal Regional Eleitoral (TRE)

About Author

Comment here