CidadesEconomiaEsporteNotíciasPolítica

Três empresas disputam estudos técnicos para privatização do Parque de Jericoacoara

Powered by Rock Convert

Licitação recebeu a inscrição de participantes nacionais e internacionais

O prazo de envio das propostas para o edital dos estudos técnicos de concessão do Parque Nacional de Jericoacoara à iniciativa privada se encerrou no último dia 24 de março. Ao todo, nove empresas, nacionais e internacionais, inscreveram-se para participar do processo, mas apenas três estão habilitadas.

Segundo a ata da reunião de abertura das propostas, divulgada pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), instituição responsável pela licitação, cinco dos nove participantes fizeram a inscrição após o prazo estabelecido.

Cumpriram o limite a Fundação Getúlio Vargas, Creato Consultoria e Projetos Ltda e Natureza Urbana Planejamento Integrado, todas brasileiras.

As demais interessadas, Benvenuto Engenharia LTDA, Integra Soluções Empresariais, Houer Urban Systems, Vallya Advisers Assessoria Financeira, Horwath HTL Brasil Consultoria em Negócios Imobiliários LTDA e Portplan Consultoria Planejamento e Engenharia Portuária, tiveram cinco dias úteis para recorrer.

UBAJARA

A habilitação para estudos técnicos de concessão do Parque Nacional de Ubajara também encerrou no último dia 24 de março. Nesse caso, foram sete propostas enviadas ao todo, cinco dentro do prazo, segundo a Unesco.

Os participantes do processo são Fundação Getúlio Vargas, Elemental, Natureza Urbana Planejamento Integrado LTDA, Vallya e Plantuc, todas brasileiras.

Também enviaram propostas, mas após o período determinado, a Houer e BF Capital, que possuem cinco dias úteis para encaminhar questionamentos.

EDITAIS

Os editais para estudos técnicos que irão guiar a concessão de oito parques nacionais foram lançados em 23 de fevereiro pelo Ministério do Meio Ambiente, em parceria com a Unesco. 

As consultorias contratadas  terão o prazo de 120 dias, a partir da assinatura do contrato, para desenvolver “estudos e proposições para modelagem técnica e operacional, estudos de engenharia, arquitetura, assim como estudo de viabilidade econômico-financeira”.

Ao todo, três produtos deverão ser entregues pelas selecionadas:

  1. O primeiro, com prazo de 40 dias para ser elaborado, é um documento técnico contendo avaliação comercial e estudo de demanda.
  2. O segundo, podendo demorar até 91 dias para ficar pronto, consiste em um documento com diagnóstico e projeto conceitual de engenharia, arquitetura e transporte.
  3. Por fim, o último documento deve conter um plano de negócios para a área.

DN

About Author

Comment here