Notícias

WhatsApp pode acessar mensagens deletadas pelos usuários do app

Powered by Rock Convert

São Paulo- SP- Brasil- 17/12/2015- Por decisão judicial, as operadoras de telefonia móvel foram obrigadas a bloquear pelo período de 48 horas, em todo o Brasil, o aplicativo de troca de mensagens Whatsapp. A medida foi determinada pela 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo (SP), na tarde de ontem (16/12) e está sendo cumprida desde a 00:00 desta quinta-feira (17/12). Foto: Allan White/ Fotos Públicas

São Paulo- SP- Brasil- 17/12/2015- Por decisão judicial, as operadoras de telefonia móvel foram obrigadas a bloquear pelo período de 48 horas, em todo o Brasil, o aplicativo de troca de mensagens Whatsapp. A medida foi determinada pela 1ª Vara Criminal de São Bernardo do Campo (SP), na tarde de ontem (16/12) e está sendo cumprida desde a 00:00 desta quinta-feira (17/12). Foto: Allan White/ Fotos Públicas

O pesquisador especializado em iOS Jonathan Zdziarski descobriu que o WhatsApp pode acessar mensagens deletadas pelos usuários do aplicativo.

 

Ao examinar imagens de disco da versão mais recente da ferramenta, ele viu que o app retém traços forenses dos registros de conversa. Os dados podem ser acessados por sistemas de backup.

 

Segundo Jonathan, o problema está no banco SQLite usado pela empresa nos códidos do aplicativo, já que ele não faz a sobreposição de dados automaticamente. Assim, mesmo que esteja marcada como apagada, cada mensagem segue disponível dentro do WhatsApp ou em serviços de armazenamento como iCloud.

 

Ainda que o aplicativo possua um esquema de criptogra㾉㝌a, o que impossibilita o acesso às conversas em trânsito, quando as mensagens chegam nos aparelhos a história muda.

 

Ao “The Verge”, Jonathan Zdziarski destacou que outros aplicativos similares ao WhatsApp também têm o mesmo problema. “O iMessage, por exemplo, deixa muitos traços forenses”. O Signal, que é focado em privacidade, está livre do problema, no entanto.

 

Informações: Diário do Nordeste

 

About Author

Comment here