32 casos de Dengue já foram registrados no CE

admin
admin

Vírus dos tipos 1 e 4 ainda estão circulando no território cearense e atingem grande quantidade de pessoas
As Regionais III e VI foram as que mais registraram casos nestes primeiros dias de 2013 FOTO: ALEX COSTA
Após a diversão do Carnaval, é preciso voltar a atenção novamente para o combate à dengue. Apesar das poucas chuvas e dos números de casos menores em relação aos primeiros meses dos anos anteriores, a doença ainda atinge número considerável de pessoas. Até o dia 7 deste mês, foram confirmados 32 casos da doença no Ceará. Só durante o mês de janeiro, de acordo com levantamento feito pela Secretaria da Saúde do Estado do Ceará (Sesa), foram 26 confirmados. A Secretaria informa ainda que há circulação no Estado dos tipos 1 e 4 do vírus da dengue, os mesmos identificados em 2012, quando foram confirmados 51.463 casos, em 167 municípios durante todo o ano.

Hemorrágica

Os casos confirmados de dengue hemorrágica, em janeiro, também diminuíram de 18, em 2011, para três casos, no ano passado, e um em janeiro deste ano. As Secretarias Executivas Regionais (SER´s) de maior incidência de dengue são as Regionais III e VI, com 11 casos confirmados em cada, segundo informações da Sesa. Os bairros mais atingidos são: Jardim das Oliveiras, Centro e Bela Vista. A faixa etárias das vítimas da doença é entre 21 e 30 anos.
Conforme a Sesa, 90% dos focos do mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti, são encontrados dentro de casa e nos quintais. O órgão aconselha que pelo menos uma vez por semana as famílias façam a limpeza rigorosa em todos os depósitos que acumulam água, a exemplo de vidros, potes, vasos e pratos. É importante, também, deixar caixas d´água, barris, tambores tanques e cisternas fechados.

Recursos

Na tentativa de intensificar as ações de vigilância, prevenção e controle da dengue, o Ministério da Saúde está repassando a todos estados e municípios brasileiros R$ 173,3 milhões. Os recursos representam 20% do valor anual do Piso Fixo de Vigilância e Promoção à Saúde e são destinados ao aprimoramento das atividades de controle do vetor, vigilância epidemiológica e assistência ao paciente com dengue.
No Ceará, os municípios estão recebendo R$ 8,2 milhões para a qualificação das ações de combate ao mosquito transmissor , que irão financiar as atividades essenciais para o controle da enfermidade e redução das estatísticas.
Dentre elas, a visita dos agentes de saúde, compra de equipamentos e treinamentos de equipes para o combate.

 http://diariodonordeste.globo.com

 

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.