B-12, proteína, ferro e cálcio: como substituí-los?

admin
admin

A grande dúvida na hora de decidir por uma dieta sem alimentos de origem animal é sobre as consequências de não mais consumir determinadas substâncias. A vitamina B-12, o cálcio, o ferro e a proteína são os compostos mais polêmicos do vegetarianismo. As opiniões médicas quanto à ingestão ou não de alimentos que os contenham, e os seus efeitos no organismo, podem ser diferenciadas e revelam a necessidade de acompanhamento nutricional individual.  O leite, conhecido fornecedor de cálcio ao organismo, está no alvo dos conceitos clínicos e na lista de alimentos preferidos da população. Para o clínico geral Francisco Colares, quando o ser humano bebe o leite de outra espécie, isto afeta sua capacidade imunológica. “Quando eu bebo leite de vaca, eu estou recebendo componentes do sistema imunológico de outra espécie, isso bagunça tudo”, complementa.   Sobre a B-12, o especialista explicou que apenas quem se alimenta de frutas e verduras, alimentos crus e vivos poderá adquirir bactérias do solo orgânico que, na flora intestinal, fabricarão esta vitamina. O médico é enfático, porém, ao destacar que quem não segue a dieta crudívora precisa fazer reposições de B-12, pois sua ausência no organismo pode causar anemia megaloblástica e lesões nos sistemas nervosos central e periférico.  A nutricionista Fabiana Fontes avalia que a dieta vegetariana consegue ser positiva do ponto de vista nutricional e que há alimentos substitutos de componentes que, tradicionalmente, são adquiridos através da carne. “O ferro, por exemplo, está presente no sangue da carne, mas pode também ser encontrado no feijão ou na beterraba, embora a absorção seja menor”, informa. Se a deficiência do mineral persistir, três estratégias podem ser utilizadas: aquisição de vitamina C, que ajuda na absorção; medicação oral e a não-ingestão de fontes de cálcio junto às refeições, pois elas “competem” com o ferro. A proteína, de acordo com Fabiana, pode ser substituída por farinha de quinoa, um “pseudo-cereal riquíssimo em aminoácidos”.  A nutricionista descreve alguns alimentos que são fonte de cálcio, como as folhas com cor verde escura (couve, espinafre, brócolis) e em frutas como o damasco, uva seca e passas. Entretanto, Fabiana Fontes é cautelosa ao considerar a não-ingestão de leite. “Eu só indico a retirada se houver problemas de alergia ou incômodo digestivo”, disse. A especialista reforça a necessidade de avaliação da composição corporal do indivíduo para formulação da dieta e ressalta a importância da retirada paulatina dos alimentos e de maior variação dos alimentos no cardápio vegetariano. (Sara Oliveirahttp://www.opovo.com.br

Share this Article
Leave a comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.