CONSTRUÇÕES PARTICULARES AMEAÇA PATRIMÔNIOS PÚBLICOS E DESTRÓI A HISTÓRIA DE GRANJA

admin
admin

É lamentável, mas é verdade! Se já não bastasse o descaso praticado pela administração de Granja para com a nossa cidade, tendo em vista a sujeira, a lama e a buraqueira existente nas nossas ruas, agora a coisa superou os limites do abandono e descaso relativos à Granja. Depois de recebermos denúncias de vários granjenses que mostram-se inconformados com este fato, o IMPACTO GRANJA foi ao local da denúncia e documentou o desrespeito praticado pela Prefeitura de Granja aopermitir a construção de obras de interesses de particulares que estão sendo edificadas no final da Av. Virgilio Távora. Uma delas fica precisamente na área por trás da Câmara de Vereadores – e do Fórum – e outra fica nas proximidades do a ntigo bueiro, ao lado do monumento em memória a Via Férrea, no terreno que pertence a RFFSA.
Ali perto funcionam os três Poderes – o Executivo, o Legislativo e o Judiciário – e é uma área nobre da cidade. Além disso, o terreno é de propriedade pública, mesmo assim estão sendo edificadas várias obras de proprietários particulares.
O pior é que na área, à margem da avenida do canal, existe um dos mais antigos monumentos da história de Granja: Um bueiro metálico que resgata a história de antiga Estrada de Ferro, símbolo que muito orgulha a nação granjense.
É desmoralizante a qualquer granjense deixar que o nosso patrimônio histórico e cultural seja desvalorizado, esquecido e a nossa história seja destruída assim tão facilmente. Granja merece respeito e o povo granjense tem o direito de cultuar sua história. Não podemos aceitar tanto descaso e destruição com o que ainda resta em memória da rica e bela historiografia da velha Granja.
Precisamos ter regras urbanísticas rígidas a fim de que seja cultuada a nossa história. Cadê o Plano Diretor, responsável pela urbanização da nossa cidade? Só existe no papel?
Quem passa por aquele local logo observa duas construções que estão sendo feitas em terrenos públicos. Permitir a construção de obras particulares em terreno público é um absurdo! É imoral, além de ser um crime ao nosso patrimônio histórico! Perguntamos: existe Projeto Técnico, ART do CREA? Existe Alvará de Construção autorizado pela Prefeitura para a construção da obra? E documento de Registro Cartorário existe? E o que diz o Prefeito Esmerino Arruda diante disso tudo? Ficará ele omisso e aceitará a degradação do nosso patrimônio? E o Secretário Municipal de Obras, Dr. Jorge Luiz Viana, cunhado da vereadora Rosa Helena – que é líder do Executivo – teria concordado com uma excrescência dessa?
O que se sabe até então é que a obra continua e que existe um forte movimento por parte da população granjense cuja finalidade é cobrar das autoridades municipais, estaduais e federais que seja tomada as providências necessárias contra este desrespeito ao patrimônio histórico de Granja. Como se sabe ali se trata de uma área nobre da cidade, que precisa ser preservada. O terreno é público e a arquitetônica e urbanisticamente é um desastre.
Este fato alarmante vem mobilizando a população granjense que já começa a se manifestar através de denúncias e divulgações nas páginas dos blogs da internet, sua revolta diante dos fatos e espera a atitude dos Poderes Executivo e Legislativo Municipal no sentido de que seja combatida a destruição do patrimônio histórico de Granja.
Perguntamos: Quais as providências serão tomadas para o bem da Granja? Qual a posição dos nossos vereadores diante esta realidade? Qual será a atuação dos vereadores da base política do prefeito para a manutenção e conservação do patrimônio público e histórico de Granja?
Estamos certos de que precisamos ter regras rígidas urbanas e aprender a cultuar nossa história. Existe a aplicação do Plano Diretor, responsável pela urbanização da nossa cidade ou só existe no papel?
O IMPACTO GRANJA acompanhará o desenrolar dos fatos e exibirá em sua página a realidade dos acontecimentos.

Share this Article
2 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.